sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

O meu jihad é mostrar Jose Gomez ao mundo! E o teu?

Jose Gomez mostra como se lida com o flagelo dos abusos

Temos muitas notícias importantes hoje, para meditarem ao longo do fim-de-semana.

Começamos pelo Papa, que hoje publicou o seu texto para a Quaresma. Bento XVI fala sobre a relação entre caridade e fé, com implicações no terreno para organizações que trabalham no campo da solidariedade social. Escrevi um texto para ajudar a compreender isto que, para mim, será uma das grandes discussões na Igreja nos próximos anos.


Duas notícias importantes dos Estados Unidos, de âmbitos muito diferentes. Obama voltou a ceder na questão dos contraceptivos e das instituições católicas, ao abrigo do ObamaCare. Resta ver se os bispos vão aceitar a nova proposta. Contexto aqui e aqui.

De Los Angeles, uma notícia que é uma autêntica bomba. O arcebispo Jose Gomez, que ocupa o cargo desde 2011, suspendeu o seu antecessor, o Cardeal Mahony, de quaisquer deveres públicos e administrativos. Tem tudo a ver com o escândalo dos abusos…

Mudando de ares. Uma interessante campanha muçulmana nos EUA quer mudar a conotação negativa da palavra Jihad. No Paquistão preferem a conotação mais violenta e ontem atacaram uma mesquita xiita.

O Cónego João Seabra esteve em estúdio na Quarta-feira à noite para dizer que a defesa da família não é uma causa confessional, mas de defesa da civilização.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar