terça-feira, 7 de outubro de 2014

Os turcos estão na fronteira... mas não avançam

Estaremos à beira de mais uma chacina no Médio Oriente? O Estado Islâmico já conseguiu entrar na cidade de Kobani, cujos habitantes estão a resistir ferozmente. A Turquia, com o segundo maior exército do mundo, está atenta… mas não faz nada.

Também na Síria um padre foi raptado juntamente com outros 20 cristãos de uma aldeia. É mau sinal quando sentimos alívio por saber que os raptores são da Al-Qaeda, e não do Estado Islâmico.

Os casais estão a fazer toda a diferença no sínodo, facilitando as conversas sobre temas importantes.

Decorre no Algarve um encontro de associações de homossexuais católicos, que esperam mais acolhimento por parte da Igreja. Amanhã voltaremos a este tema com uma perspectiva diferente.

A semana passada publiquei uma reportagem com o testemunho de Joaquim Mexia Alves, que viveu nove anos como divorciado e recasado, sem poder comungar, enquanto esperava o resultado de um processo de nulidade. Hoje publico a transcrição completa da entrevista. Leitura obrigatória para quem vive esta situação, directa ou indirectamente.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar