segunda-feira, 6 de outubro de 2014

A Caminhada que foi e o sínodo que já caminha

A Caminhada Pela Vida correu bem, apesar da divulgação limitada. Para o ano correrá certamente melhor!

Houve várias reacções na imprensa, desde esta reportagem na SIC até à notícia do Público, passando, claro pelas notícias da Renascença e os dois takes da Agência Ecclesia.

Em breve espero poder escrever um texto maior sobre a Caminhada, mas por enquanto quero agradecer em particular à cantora Ana Stilwell, que esteve no palco. Quem anda nesta vida sabe como é difícil conseguir o apoio de figuras públicas, sobretudo artistas, músicos e actores, que tantas vezes são impedidos pelos seus managers ou então preferem não se comprometer, para não prejudicar a sua carreira. A Ana, pelo contrário disse logo que sim. Podem seguir as ligações neste artigo para ouvir a sua música, partilhar e divulgar. É uma forma de agradecer a quem deu a cara por uma nobre causa.

O sínodo para a Família começou ontem oficialmente, e hoje na prática.

O Papa começou logo por dizer que quer uma discussão franca e o Cardeal Vingt-trois, de Paris, confirmou que é proibido dar graxa ao Papa durante os trabalhos.

Para amanhã a Ajuda à Igreja que Sofre convocou uma jornada de oração pelos cristãos no Médio Oriente. É uma forma útil – e grátis! – de poder ajudar quem é perseguido pelas suas crenças.

Por falar em cristãos do Médio Oriente, o Papa voltou a manifestar a sua preocupação, após uma reunião com os núncios apostólicos daquela região.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar