terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Natal oriental; Califado no Egipto?

Natal em Moscovo
Ontem foi dia de Natal para muitos cristãos orientais, um facto que o Papa não esqueceu, tendo enviado a todos eles uma saudação especial.

O Patriarca de Moscovo aproveitou o Natal para pedir aos seus fiéis que adoptem crianças, isto pouco depois de a Rússia ter proibido as adopções por famílias americanas.

Ontem num discurso ao Corpo Diplomático no Vaticano o Papa falou dos vários atentados à vida e à paz.

Um grupo pró-vida, Associação Mulheres em Acção, criticou hoje a Universidade Católica Portuguesa por contar entre os seus docentes com médicos que defendem posições contrárias às da Igreja, no que diz respeito, por exemplo, ao aborto.


Depois de a Sociedade de São Pio X se ter referido aos judeus como sendo “inimigos da Igreja” o Vaticano veio dizer publicamente que a Igreja Católica não considera os judeus como tal.

Por fim, o padre Manuel Morujão falou hoje aos jornalistas em Fátima. O porta-voz da CEP recordou o princípio da presunção à inocência mesmo para acusados de abusos sexuais, mas também comentou a eventual substituição do Patriarca de Lisboa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar