segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Árvores caídas e terras sem filhos

Estragos do fim-de-semana em Fátima
O Santuário de Fátima sobreviveu, mas com danos. Ainda assim, não ficou no estado em que chegou a estar o Mosteiro de Salzedas. Felizmente falamos no pretérito, porque hoje o mosteiro está restaurado e é um exemplo apontado pela Associação Portuguesa de Museologia.

Dois bispos preocupados com a falta de nascimentos e com os incentivos à natalidade. D. Ilídio Leandro, de Viseu, aponta o dedo ao Governo, D. António Couto diz que em Lamego praticamente não há crianças.

Venho novamente fazer-vos um pedido! O blogue passou à final, a votação começa agora do zero e está restrita aos cinco mais votados. Até Sábado podem votar uma vez por dia, é só clicar aqui e procurar a categoria Religião (bem lá ao fundo). Obrigado!

Para quem vive em Lisboa e estiver livre, vou hoje participar num debate sobre liturgia, com base nos 50 anos do Concílio, na paróquia de Santa Isabel. O evento realiza-se no auditório da Escola de Hotelaria que fica a cerca de 100 metros da Igreja. Todos são bem-vindos e a ideia é fazer-se uma discussão alargada com participação de todos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar