sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Um "texto mártir" que o Papa não merece

Cardeal Tagle e Arcebispo Kurtz
Os bispos reunidos no sínodo para a família fizeram muitas críticas ao documento de trabalho que estão a analisar. O cardeal Tagle, das filipinas, diz que é natural, pois trata-se de um “texto mártir”. O consenso dos grupos de trabalho é de que a linguagem é demasiado negativa, é preciso falar mais da ideologia do género e que a perspectiva é demasiado ocidental. Depois há críticas mais gerais, como a de um dos grupos de língua inglesa que diz que o Papa merece um documento melhor…

Esta manhã o Papa Francisco interrompeu os trabalhos do sínodo para dizer aos bispos e outros delegados que é preciso rezar mais urgentemente pela paz, sobretudo no Médio Oriente.

A tragédia que se abateu sobre Meca no dia 24 de Setembro foi, afinal, a mais grave da história da peregrinação anual. Números oficiais contabilizam 1,453 mortos, 600 mais do que as estimativas do próprio dia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar