sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Dia ecuménico no sínodo

Delegados fraternos no sínodo
Os últimos dois dias foram reservados para que os representantes de outras igrejas cristãs e os auditores e especialistas – isto é, os não bispos – presentes no sínodo tomassem a palavra. Na conferência de imprensa o representante ortodoxo pediu aos jornalistas para não focarem só as notícias negativas e o anglicano lamentou que no sínodo não se fale de outros assuntos, para além dos problemas de divorciados recasados.

O Papa Francisco visitou um dormitório para sem-abrigo aberto recentemente no Vaticano e conviveu com os residentes.

Por cá, a Igreja de São Cristóvão, que tem tentado, de forma heróica, sobreviver, entrou na lista de monumentos em risco, elaborado pela World Monument Foundation. É uma boa/má notícia.

Foi inaugurada uma nova sede para a Ajuda à Igreja que Sofre, em Évora. Na cerimónia de abertura o Arcebispo de Évora disse que a perseguição aos cristãos só vai acabar com uma “intervenção musculada” das organizações internacionais.

Não deixem de ler o artigo desta semana do The Catholic Thing, sobre os preconceitos que existem em relação à religião e à violência, do nosso grande Randall Smith.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar