quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

As fugas no Vaticano, baronesas muçulmanas na Santa Sé

Hoje é Quarta-feira, logo há um novo artigo de The Catholic Thing no blogue. Robert Royal analisa a “guerra” entre Obama e os bispos católicos, e não poupa o Presidente.

D. Jorge Ortiga alertou hoje para o risco de “ruptura social”, por causa da crise. Ontem, na mesma linha, D. José Policarpo pediu aos católicos para serem “voz de esperança”.

Fartos de fugas de informação, a sala de imprensa da Santa Sé emitiu um comunicado em que diz que o objectivo é desacreditar os responsáveis da Igreja. O alvo poderá mesmo ser o Cardeal Bertone, como já tinha indicado aqui.

Ainda pelo Vaticano, está lá uma delegação britânica chefiada por uma baronesa muçulmana que ontem fez fortes críticas ao secularismo militante.

Os Kachin (na foto), que são uma minoria étnica cristã no Myanmar, estão a ser duramente perseguidos pelo Governo.

O que nos vale é que alguém se lembrou de vender terra do Muro das Lamentações no eBay. (O rabino responsável pelo local não está contente!)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar