quinta-feira, 18 de junho de 2015

Especial encíclica ecológica

São Francisco, inspiração para o "laudato si"
Já foi publicada a encíclica do Papa Francisco sobre o ambiente. Desengane-se quem pensava que ia ler um texto hippie, desenraizado da doutrina católica, o Papa diz, entre muitas outras coisas, que não faz sentido preocuparmo-nos com a natureza mas justificar o aborto, e grande parte da sua preocupação com a ecologia justifica-se pela forma como afecta os pobres.

Aqui pode ver algumas das frases mais fortes do texto, por tópicos e aqui os conselhos práticos do Papa para uma “conversão ecológica”.

Francisco dedica bastante espaço à crítica aos países desenvolvidos que, diz, têm uma “dívida ecológica” para com os países pobres.

Francisco é o primeiro Papa a escrever uma encíclica inteira dedicada à ecologia, mas está longe de ser o primeiro Papa a ocupar-se deste assunto, como pode ver aqui.

Ainda assim, continua a haver quem ponha em causa que um líder religioso se debruce sobre assuntos científicos e técnicos. O padre Vítor Melícias, franciscano, explica aqui porque é que este é também um assunto religioso.

Com a encíclica a dominar as atenções da informação religiosa esta quinta-feira, tempo ainda para vos apontar na direcção do artigo desta semana do The Catholic Thing, onde se pergunta como é que chegámos a um ponto em que a sociedade olha automaticamente para a religião com desconfiança?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar