quinta-feira, 25 de junho de 2015

O tempo que não havia? Afinal há

Um gesto que já só se repetirá no Céu
Todos diziam que não havia tempo mas, afinal há tempo! Quem diria! A proposta de lei apresentada por um grupo de cidadãos, com o objectivo de, entre outras coisas, alterar a lei do aborto, vai ser discutida nesta legislatura, já no dia 3 de Julho. D. Manuel Clemente saudou a decisão e disse que “não podia ser de outra maneira”.

Morreu esta quinta-feira o Patriarca Católico Arménio Nerses Bedros XIX, aos 75 anos (na foto com o Papa)

O Papa recebeu hoje os futuros núncios apostólicos e recordou-lhes que eles representam um homem cuja verdadeira autoridade vem da caridade, e que deviam pautar a sua actuação por isso mesmo.


E se pensavam que o Estado Islâmico tinha esgotado o rol de novos tipos de execução, enganaram-se. Para além de crucificarem crianças, andam a inovar nas formas grotescas de matar os seus inimigos…

Ontem publicou-se o artigo desta semana do The Catholic Thing. Hilary Towers pergunta até que ponto estamos dispostos a confrontar os nossos amigos e familiares que são infiéis aos seus casamentos. Leiam o artigo e opinem mas, acima de tudo, leiam o comentário que já lá está e rezem pela sua autora. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar