sexta-feira, 24 de julho de 2015

Processo arquivados e padres afastados

MP arquivou processo contra padre Abel Maia
Ontem, mais ou menos na mesma altura em que eu estava a enviar o mail diário, o ministério público mandou arquivar o processo de alegados abusos sexuais de menores envolvendo um padre da arquidiocese de Braga. Hoje a arquidiocese anunciou que o padre Abel Maia continuará afastado do trabalho pastoral, a seu pedido, até recuperar psicologicamente. A cronologia de casos de abusos envolvendo a Igreja já foi, por isso, actualizada.

Foi reaberta, em Santarém, uma Igreja fundada pelos templários.

Chamo ainda atenção para o livro “Museus da Igreja” que foi apresentado ontem.

Não deixem de ler os dois artigos do The Catholic Thing que publiquei nas últimas duas semanas e, caso ainda não o tenha feito, leia o anterior que teve muito mais sucesso do que eu esperaria: Namoro na era da Pílula.

E se ainda não leu, não deixe de dar uma vista de olhos no meu texto de opinião sobre a reacção da esquerda à aprovação de alterações à lei do aborto e de como isso revela que para os fiéis da revolução sexual esta é uma questão religiosa mais do que racional.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar