sexta-feira, 10 de julho de 2015

O homem perdoado contra o Zapping espiritual

Um cartaz do Papa na prisão de Palmasola
No seu último dia na Bolívia, o Papa Francisco esteve numa cadeia, onde se apresentou aos reclusos como “um homem perdoado”.

Ontem à noite, já depois de ter enviado o meu mail do dia, o Papa Francisco esteve reunido com seminaristas, padres e bispos e, depois, com representantes de “movimentos populares”.

Aos religiosos alertou para o perigo do “Zapping espiritual”, mais um termo que entra agora no léxico do Papa Francisco.

Já aos representantes dos movimentos populares, tradicionalmente vistos como sendo de esquerda ou mesmo de extrema esquerda, o Papa falou no “direito sagrado” aos 3T – Terra, Tecto e Trabalho. “Vale a pena lutar por eles”.

Foi um discurso muito longo, e por isso vale a pena também ler aqui o apanhado das dez frases que seleccionámos e que inclui o pedido de perdão pelos pecados cometidos pela Igreja na colonização da América Latina.

Agora o Papa está a caminho do Paraguai, último troço desta viagem de vários dias.

Eu, pelo contrário, estou a caminho de uma semana de férias, pelo que vos aconselho a manterem-se atentos ao site da Renascença durante o fim-de-semana para estarem sempre a par das novidades.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar