terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Papa no Chile com vergonha de abusos

O Papa chegou ontem à noite ao Chile, mas só hoje é que houve agenda oficial. Francisco foi recebido pela presidente do Chile e, no seu discurso, manifestou novamente vergonha e pesar pelos abusos sexuais cometidos por padres ou outros representantes da Igreja.

Depois, celebrou missa perante 400 mil pessoas num parque da cidade, elogiando a tenacidade dos chilenos, peritos em levantarem-se “depois de tantas derrocadas”.

Antes, a caminho do Chile, Francisco manifestou aos jornalistas a sua preocupação com os riscos de uma guerra nuclear.

Mais uma história triste que nos chega do Egipto. Esta é de um jovem que foi assassinado por ter uma tatuagem cristã. O seu irmão sobreviveu por milagre… Conheça a história aqui.

Na China continua a tensão entre os cristãos e o Governo, com mais uma igreja demolida. São três só nas últimas semanas. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar