quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Francisco no olho do furacão, vestido modestamente, claro

Continua a visita do Papa ao Chile e hoje ele esteve “no olho do furacão”, numa região onde existe uma luta armada contra o Governo e ontem mesmo os militantes atacaram os polícias que faziam a segurança ao recinto onde hoje decorreu a missa. O Papa tinha palavras fortes para o Governo e para os militantes.

Hoje soube-se que ontem, depois do almoço, Francisco recebeu vítimas de abusos sexuais, a quem escutou, e com quem rezou e chorou.

Ainda ontem, já depois de eu ter enviado o email, Francisco encontrou-se com reclusas em Santiago e, depois, esteve com os religiosos e religiosas do país, a quem fez um discurso que é tão bonito, na minha opinião, que o coloquei no blog e convido-vos a ler na íntegra. É longo, mas vale a pena.

A diocese de Leiria celebra 100 anos desde que foi restaurada. Saiba mais aqui.

Se forem como eu, então a maior parte das vezes que lêem ou ouvem um católico discorrer sobre vestuário modesto e a explicar que os bikinis são um sinal visível do fim dos tempos, só vos apetece arrancar cabelos. Este artigo do grande Anthony Esolen não é desses. Há uma forma inteligente e racional de abordar este tema. Há contextos e lugares para (quase) tudo. Leiam que vale bem a pena.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar