segunda-feira, 13 de abril de 2015

Patriarca nomeado, Papa contestado

O bispo Juan Barros, do Chile. Nomeação polémica
O Papa nomeou esta manhã D. Manuel Clemente para a Congregação do Clero, em Roma. O Patriarca passa a ter também assento no Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais.

Isto no dia em que D. Manuel Clemente discursou, no fim de uma reunião da CEP, manifestando esperanças de que a lei do aborto seja alterada e falando da perseguição aos cristãos.

A nomeação de um bispo chileno, acusado de ter protegido um sacerdote abusador, está a causar alguma polémica. Agora foi a comissão de protecção de menores, nomeado pelo Papa, que esteve em Roma para manifestar reservas quando à decisão.

Esta não é a única polémica envolvendo o Papa. Ontem Francisco presidiu a uma celebração evocativa do massacre de arménios pelos turcos, há 100 anos. O problema é que Francisco usou a palavra genocídio, e os turcos foram aos arames

Foi divulgada a bula que traça os objectivos para o jubileu da misericórdia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar