segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Encontro Nacional de Leigos no Porto e Papa de volta a Roma

Começo com um aviso importante. É já no Sábado que se realiza, no Porto, o II Encontro Nacional de Leigos. Tive a sorte de poder estar no primeiro, o ano passado em Coimbra, e foi muito interessante. Este segundo promete também, e não é porque me convidaram para falar num dos painéis, é mesmo pelo conjunto de outros excelentes oradores, como podem ver no programa, dos quais destaco o francês Fabrice Hadjadj.

As inscrições estão abertas até quarta-feira, por isso aproveitem, se puderem, e apareçam por lá.

De resto, o Papa terminou hoje a sua visita às Filipinas. No avião de volta para Roma aproveitou para conversar longamente com os jornalistas. Explicou que os cristãos não são obrigados a “ter filhos em série”, criticou a corrupção, falou novamente da questão da liberdade de expressão e disse quais devem ser os próximos destinos.

Da estadia nas Filipinas fica aquilo que foi provavelmente a maior concentração de pessoas na história para uma missa; uma celebração em condições muito adversas, precisamente no local devastado pelo tufão em 2013 e, a não perder, este texto da Aura Miguel sobre um dos momentos mais tocantes de toda a visita.

O padre da Golegã acusado de abusos sexuais apresentou a sua versão dos factos, declarando-se inocente.

E, por fim, fique a conhecer alguns dos ocidentais que abandonaram tudo para ir para o Médio Oriente, combater contra o Estado Islâmico.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar