segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Sequestro em Sidnei e MDV premiado

O sequestrador Mon Haron Monis
Um homem fez pelo menos 30 reféns num café em Sidney, durante a madrugada de ontem. Trata-se de um autoproclamado sheikh muçulmano, nascido xiita, no Irão, mas convertido depois de ter sido recebido na Austrália como refugiado.

À medida que escrevo estas linhas o sequestro terminou, mas há notícia de mortos. Não é certo exactamente quem, mas mesmo que um seja o próprio sequestrador, haverá pelo menos uma vítima inocente a lamentar. A Renascença está a acompanhar de perto a situação.

Entretanto a Áustria mandou fechar uma escola saudita por suspeitas de radicalismo, mas há preocupação também com legislação proposta que limita a liberdade religiosa, impondo, por exemplo, uma versão alemã e estandardizada do Alcorão.

O Movimento de Defesa da Vida, que faz um trabalho notável com um orçamento muito limitado, recebeu um prémio com valor monetário de 50 mil euros pelo “Projecto Família”, que trabalha com famílias em situação precária. É uma ajuda preciosa.

O Cardeal Oscar Maradiaga, um dos principais conselheiros do Papa Francisco, esteve em Portugal e falou com Aura Miguel sobre as suas ideias da Igreja e das reformas que o Papa está a preparar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar