quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Não fui eu, mas tenho pena, diz jihadista

Papa Francisco na FAO, esta manhã
O Papa Francisco falou esta manhã à FAO e disse que só existe fome no mundo por causa da ganância, uma vez que há comida suficiente para todos.

O lusodescendente que é acusado de ter decapitado um soldado sírio diz que não foi ele. Mas se fosse não teria pena. Diz que prefere soldados franceses ou americanos

Decorre, a partir de hoje, um encontro de movimentos eclesiais em Roma. Portugal está presente.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar