segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Caminhada pela Vida e homenagem a David Haines

Findas as minhas longas férias, estou de volta para vos trazer a mais importante informação religiosa!

Começo então por lançar-vos um desafio. No dia 4 de Outubro muitos vão optar por se juntar em Lisboa para caminhar em defesa da Vida. São umas horas do vosso sábado, por aquela é a mais importante causa dos nossos tempos. Não percam, não deixem de aparecer, que eu não deixarei de vos avisar, muito, até lá. Encontram mais informação no site da caminhada e na página do Facebook.

Quanto a notícias do dia, começamos devagar. O Cardeal Vincent Nichols, de Westminster, prestou hoje homenagem a David Haines, a mais recente vítima ocidental do Estado Islâmico. É uma homenagem justa e simpática, que contrasta a vida de quem se dedicou a ajudar os outros à selvajaria de quem vive e respira morte.

Durante o fim-de-semana o Papa presidiu ao casamento de 20 casais em Roma, um gesto raro, mas muito importante nas vésperas de um sínodo sobre a família.

Ainda sobre este tema, o novo bispo de Aveiro pediu que as famílias não se fechem sobre si mesmas. D. António Moiteiro tomou posse ontem.

Ao longo das últimas semanas continuaram a publicar-se artigos do The Catholic Thing em português. Na primeira que publiquei durante as férias, Robert Royal lamenta a forma como falamos do Iluminismo como se fosse a época áurea da história do Ocidente.

Noutro artigo Howard Kainz analisa o livro “A História da Igreja”, de James Hitchcock, que refere, entre outras coisas, que todos os concílios da Igreja tem sido momentos de tensão e dificuldade.

Por hoje fiquem-se com isto, que amanhã espero voltar com mais informação interessante!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar