terça-feira, 25 de junho de 2013

Bispo coragem na Sicília e pálio para Patriarca

O bispo que não gosta de padrinhos

Outro arcebispo, o de Évora, presidiu ontem à missa inaugural do novo mosteiro das monjas de Belém, em Coruche. A reportagem é da Aura Miguel.

O prémio coragem vai para o bispo Antonino Raspanti, de Acireale, na Sicília, que proibiu hoje os mafiosos condenados e não arrependidos de receberem funerais católicos na sua diocese.

O governador islamista com ligações a um grupo terrorista, no Egipto, demitiu-se. É uma derrota para o Presidente Morsi, que o tinha nomeado.

Parabéns à fundação Ajuda à Igreja que Sofre, que conseguiu, apesar da crise, financiar mais projectos e ajudar mais pessoas pelo mundo em 2012.

Por fim, a preocupação dos bispos angolanos com a seca no país que ameaça directamente 800 mil pessoas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar