domingo, 3 de dezembro de 2017

Papa ordena Luiz Pinto Costa... No Bangladesh


Não costumo mandar mails ao fim-de-semana, mas não queria deixar de partilhar alguns dos trabalhos relativos à viagem do Papa à Birmânia e ao Bangladesh, e como vou estar fora alguns dias, achei melhor fazê-lo agora. Agradeço a vossa compreensão!

A visita do Papa à Birmânia chegou ao fim com um encontro com os jovens e depois Francisco seguiu para o Bangladesh onde ficou logo claro que a proibição de se dizer “rohingya” já não se aplicava. Mesmo assim, Francisco esperou até ao último dia para pronunciar o termo e aí não só falou dele como se encontrou com membros da comunidade e, admitiu mais tarde, até chorou.

Toda esta viagem foi marcada por marcas da presença dos portugueses. Francisco encontrou-se com os bispos do Bangladesh – incluindo o Costa, o Rozário e o Gomes – e ordenou 16 novos padres, sete dos quais com apelidos portugueses, incluindo o Luís Pinto Costa…

Este tema foi alvo de conversa entre mim e o historiador Miguel Castelo Branco e podem ler a interessantíssima transcrição integral da conversa aqui. Podem também ler a transcrição da conversa com o luso-birmanês James Swe, que diz que não tem cara de português, mas sente-se português.

Hoje começou o Advento. O Papa alertou para a importância da vigilância. Quem quiser ajudas no campo da oração pode recorrer às ferramentas deixadas pelo Apostolado.

Com medo da invasão islâmica? Não stresse… Mas já agora, sabia que há um país na União Europeia onde não só se permite a Sharia como ela é obrigatória para os cidadãos muçulmanos?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar