segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Soares, Serrão e muito frio em Itália

Mário Soares com o Papa João Paulo II
Caso não tenham percebido, morreu Mário Soares. Sucedem-se as reacções, entre as quais algumas de figuras religiosas, como D. Manuel Clemente, D. Manuel Martins e a própria Conferência Episcopal. A Renascença destacou o facto de Soares ter defendido a Igreja num tempo de crise e o mesmo fez a directora de informação, Graça Franco.

Ontem também morreu Daniel Serrão, um homem que vivia bem com a morte, mas que amava a vida.

O Papa está muito preocupado com o frio que se faz sentir em Itália e reforçou o apoio aos refugiados. Ontem baptizou 28 crianças e disse aos pais que a sua principal responsabilidade é ajudá-las a crescer na fé.

Hoje o Papa discursou perante o corpo diplomático acreditado na Santa Sé e pediu colaboração entre líderes religiosos e políticos para lidar com o fundamentalismo e com o terrorismo.

Apresento-vos a Joana Gomes, uma jovem que deixou tudo para ir trabalhar com refugiados. Um exemplo a ter em conta e que podem conhecer melhor aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar