quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Mais musical, mais Soares, menos aborto por favor


Também ontem a CEP destacou o papel de Mário Soares à frente da Comissão de Liberdade Religiosa. Eu sei de pelo menos uma pessoa que discorda… Seja como for, o jornal do Vaticano também falou de Soares na sua edição de ontem.

Hoje o Papa Francisco insurgiu-se contra aldrabões de várias estirpes. Primeiro os videntes e afins, depois os que vendem bilhetes gratuitos para as audiências gerais.

Volta esta terça-feira aos palcos o musical “Partimos, Vamos, Somos”, sobre os 300 anos do Patriarcado de Lisboa. É uma oportunidade para todos os que quiseram ir da última vez mas não conseguiram.

Foi condenado à morte o supremacista branco que assassinou várias pessoas numa igreja em Charleston, nos EUA.


Quando São Paulo enviou um escravo de volta ao seu senhor, estava implicitamente a defender a instituição da escravatura? No artigo desta semana do The Catholic Thing em português, Randall Smith argumenta que é precisamente ao contrário que se deve ler essa passagem.

Deixo-vos aqui o convite para uma oração da organização Esperança de Ana, que se dedica a ajudar mulheres e casais que sofrem de problemas de infertilidade ou que tenham perdido gravidezes. Se não participar, lembre-se pelo menos desta situações nas suas orações pessoais.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar