quarta-feira, 26 de março de 2014

Bispos e Belles

O Papa aceitou esta quarta-feira a resignação do bispo despesista (e clone de Herr Flick, ver foto), que gastou 31 milhões de euros a renovar a sua residência episcopal.

No mesmo dia o Papa disse que quer bispos que rezem e que se confessem


Esperava-se que começasse hoje o julgamento da paquistanesa Asia Bibi, condenada à morte por blasfémia e na prisão há quatro anos. Segundo o seu advogado, ela “reza e espera”, mas está bem de saúde.

Atenção a todos que amanhã Obama visita o Papa. Terão certamente muito que conversar, mesmo que a maior parte nunca se torne público. Estejam atentos que a Renascença tem reportagens preparadas para o assunto.

Recentemente rebentou uma polémica nos EUA com uma jovem universitária a confessar que faz filmes pornográficos para pagar as propinas. “Belle Knox” é o tema do artigo desta semana do The Catholic Thing, a não perder.

Adenda do dia seguinte
Depois de publicar este post recebi dois comentários (que podem ler abaixo), a lamentar o facto de eu estar a comparar o bispo Franz-Peter Tebartz-Van Elst ao Herr Flick... escusado será dizer que não estou a insinuar qualquer semelhança moral entre um bispo e a Gestapo. É mesmo só a parecença física... digam lá que não é igual?!

Quanto ao Bispo, o post não era de análise, mas já agora aproveito para dizer que acredito na redenção de qualquer homem. Penso que ele errou, e muito (não é só a questão dos gastos, há mais detalhes, incluindo perjúrio no tribunal e desvio de dinheiro de um fundo de assistência a famílias numerosas para a tal residência episcopal), acredito que se foi enfiando num buraco do qual dificilmente conseguiu sair até que o escândalo público o acordou para a realidade.

Mas acredito, sobretudo, que é perfeitamente capaz de se arrepender, virar uma nova página e levar o resto da sua vida como um bom pastor e um bom cristão e é isso que espero que aconteça.

Agora, a fotografia? Por amor de Deus, é só uma brincadeira.

3 comentários:

  1. Tenho pena que este blog faça a associação nas fotografias entre um bispo, cujo processo ainda está a ser averiguado e não saiu ainda o veredicto final e uma personagem, mesmo que fictícia, ligada ao nazismo. Não é bonito... nem para com esta pessoa do bispo, que não conheço de todo, nem para com quem quer que seja... e como todos nós usufruimos da liberdade, este é daqueles momentos em que decidimos retirar a credibilidade moral, pelo julgamento implícito, a este blog e não voltar cá. Tenho pena, mas há mínimos a respeitar.
    HM

    ResponderEliminar
  2. Tenho muita pena que tenha optado por essa comparação fotográfica, que ainda que seja bem intencionda ou humorística, entra em directo contraste com a gravidade do caso e induz em erro todos os que visitam o seu blog recorrentemente e não estão a par de todo o processo. É também no mínimo redutor e sensacionalista dizer que o bispo "gastou 31 milhões de €"...certamente numa paróquia haverá uma direcção financeira encarregue de aprovar tal cabimento, pelo que nomear um só responsável não me parece justo.
    Tenho mesmo muita pena, porque a figura do bispo e do sacerdote não se deve ridicularizar. Justamente o Papa hoje pediu que que os bispos se confessassem, mas também pediu que os fiéis os devem ajudar a levar uma vida mais santa, penso que neste caso não se está a corresponder com o pedido do Santo Padre.
    Cumprimentos,
    Vasco Almeida Ribeiro

    ResponderEliminar
  3. HM e Vasco, escrevi uma adenda ao post, que vos convido a ler.
    Obrigado pelos vossos comentários!
    Filipe

    ResponderEliminar

Partilhar