sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Seremos católicos de pastelaria?

Clicar para aumentar
Hoje o Papa passou o dia todo em Assis. Está a ser uma avalanche noticiosa, e o programa continua ainda logo à tarde com um discurso aos jovens. Até agora o Papa esteve com crianças deficientes, criticou os “católicos de pastelaria”, avisou que a paz de Cristo não se confunde com sentimentalismo piegas.

Num discurso que acabou há momentos o Papa disse ainda que não basta ler as escrituras, é preciso escutar Jesus que fala através delas.

Já ouviu falar da petição “One of Us”? E já assinou? Então assine! É o Patriarca que pede, mais o Arcebispo de Évora… enfim, toda a Conferência Episcopal.

Por falar no “One of Us”, amanhã há marcha pela vida às 15h, que parte do Marquês de Pombal e segue para o Rossio. Apareçam.

Encontra-se em Portugal o padre Antonio Spadaro SJ, o mesmo que fez a grande (e polémica), entrevista ao Papa Francisco. Em entrevista, o jesuíta diz que temos de aprender a ler este Papa, que comunica de forma diferente, e falou também dos desafios da Igreja na era digital.

Como de costume, podem ler a transcrição completa, em inglês, no blogue. Neste caso dividi em dois blocos, aqui podem ler as perguntas relativas à entrevista papal, e aqui podem ler sobre a “ciberteologia”.

Hoje em Fátima, nas Jornadas da Comunicação Social, o sacerdote disse que este Papa não entra nos clichés de progressista ou conservador.

Ontem foi um dia trágico, com pelo menos 130 imigrantes mortos (provavelmente muito mais) a tentar chegar a Lampedusa. Uma vergonha, considera o Papa Francisco.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar