terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Sem palavras

Robbie Parker com a sua filha Emilie
Ninguém com coração terá ficado indiferente ao terrível massacre da escola de Newtown na Sexta-feira passada.

Hoje encontrei este vídeo que aqui partilho e que é verdadeiramente arrebatador.

Robbie Parker perdeu a filha de seis anos no tiroteio e convocou uma conferência de imprensa para transmitir ao mundo aquilo por que está a passar.

Parker falou da sua filha, das saudades que terá e dos dons que “o Pai celeste” lhe deu.

Num momento particularmente emotivo Parker explica que a sua família está a rezar pelas famílias de todas as vítimas incluindo a família do atirador que matou a sua filha. A palavra perdão não é pronunciada, mas está implícita.

O atirador estava a agir com a liberdade que Deus lhe concedeu, afirmou Robbie. Essa é a mesma liberdade que ele tem agora para escolher não ser consumido pelo ódio e desejo de vingança.

Enquanto via o vídeo só me ocorria que esta é, sem sombra de dúvida, uma reacção verdadeiramente cristã a uma tragédia deste calibre.

Curiosamente, ao relembrar os últimos momentos que passou com a sua filha, Parker explica que se despediu dela de manhã em português, porque estava a ensiná-la a falar a nossa língua.

Esse dado, e outros mais subtis, levaram muita gente a observar que os Parker eram provavelmente membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecidos como Mórmones, e que tenha aprendido português durante os dois anos de missão que quase todos os mórmones de 18 aos cumprem.

A suspeita confirmou-se e descobri que Parker foi missionário no Brasil.

Independentemente de tudo o que separa as diferentes igrejas e confissões, e no caso dos mórmones a lista é bem longa, estes gestos e atitudes ultrapassam em muito qualquer divisão. Estimemo-los.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar