quinta-feira, 4 de julho de 2013

Drusos e judeus em Israel; Papa na Turquia em 2014?

Drusos no enterro de um membro da comunidade
morto ao serviço das forças armadas israelitas
O Papa Francisco vai visitar a ilha de Lampedusa, já na próxima segunda-feira. A viagem servirá para visitar os refugiados que ficam albergados naquela ilha. Para Jaime Nogueira Pinto, com este acto, o Papa está a fazer o que Cristo faria.

Mas há mais viagens no horizonte do Papa. Informação ainda não informada dá a entender que estão previstas viagens à Turquia, Ásia e África, em 2014, e América do Sul em 2015. Claro que a viagem ao Brasil está ao virar da esquina.

Há cerca de duas semanas mandei uma notícia sobre um judeu que tinha sido morto junto ao Muro das Lamentações, alegadamente por ter gritado “Allahu Akbar” e posto a mão no bolso, enquanto se aproximava de um segurança armado. Ao que parece a realidade é bastante mais complexa. O homem em questão terá insultado o segurança por ser da comunidade drusa e este matou-o por vingança. Pelo menos é nisso que crê a polícia.

Tal como previsto, o regime egípcio caiu mesmo, e com a bênção de importantes líderes religiosos. No blogue encontra-se a minha análise do significado deste golpe e do que o futuro poderá reservar para o Egipto e para a sua comunidade cristã.

Não deixem de ler o artigo desta semana do The Catholic Thing, sobre a Eutanásia desde a Alemanha nazi até agora.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar