quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Que feriados vão à vida?

A Igreja parece aceitar a proposta do Governo de ceder dois feriados religiosos a partir de 2012. A decisão final cabe ao Vaticano, por causa da Concordata, mas tudo está encaminhado nesse sentido. Em troca perderemos também dois feriados civis.

Quais é que serão os religiosos?
Eu aposto no Corpo de Deus e no 15 de Agosto.

É complicado, nesta matéria, medir a importância dos dias. Todos são importantes. Mas o Corpo de Deus é aquele feriado que nunca ninguém sabe quando é e, sendo móvel, parece ter mais potencial para atrapalhar planificações.

Em compensação o 15 de Agosto, Assunção de Nossa Senhora, é um feriado que a pouca gente afectará se deixar de ser assinalado, uma vez que a grande maioria das pessoas já está de férias nessa altura.

Só peço que não toquem no 8 de Dezembro. Isto de ser feriado sempre no aniversário do casamento tem grandes vantagens!

E a sua opinião, qual é? Deixe um comentário e veremos quais são as tendências.

6 comentários:

  1. Com muita pena tua, não sei se o 8 de Dezembro não será um dos candidatos - segue-se ao 1 de Dezembro, o que representa uma quebra assinalável na produtividade... A não ser que o 1 de Dezembro seja um dos feriados civis a cair, o que tb é provável!
    O Corpo de Deus tem o inconveniente que referes, mas é celebrado com muita devoção (procissões etc) pelo país...
    15 de Agosto talvez caia, pela razão que referes... mas eu tenho pena que o dia do baptismo da minha Filha não seja assinalado todos os anos!
    E agora? Troca por troca? ano sim, ano não? :)
    bj
    Inês F

    ResponderEliminar
  2. Pois, de facto mete pena perdermos qualquer um destes feriados, não apenas pelo facto de não trabalharmos mas por serem uma oportunidade de vivermos estas datas de uma forma mais intensa e com maior disponibilidade de coração e de tempo. Enfim, cá para mim irá ser o Corpo de Deus e o 1 de Novembro....espero mesmo é que não seja o 8 de Dezembro...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  3. Eu concordo com o Prof César das Neves ao dizer que era melhor reduzir dias de férias em vez de mexer nos feriados.

    Por mim retirava apenas alguns civis: 25 Abril, 1 Maio, 5 de Outubro e o Carnaval (que não é feriado mas funciona como se fosse).

    Eu que pensava que o 13 de Maio era hipótese de novo feriado :)

    Mas se fosse mesmo necessário apontava o 1 de Novembro e o 15 de Agosto.

    Rodrigo FC

    ResponderEliminar
  4. Acho que as tuas razões são boas, mas para os feriados civis, esses sim vão pensar no que menos mexe com a vida das pessoas/férias/tempo...

    Eu voto no dia 1 de Novembro e 8 de Dezembro. Sendo as tuas hipótses as suplentes... acho o Corpo de Deus "demasiado celebrado" para cair assim, mas realmente todos são importantes a escolha será sempre dificil...

    Será que a Igreja para defender os trabalhadores, vai tirar o Domingo de Páscoa, assim como assim, calha sempre ao Domingo!!! (acho que o Governo ia gostar!)

    E depois da "discussão" dos Religiosos, podemos votar nos civis?

    Pipos

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  6. Tendo a concordar, como se diz nas sondagens. Admiti também o dia de todos os santos (pese embora o "funcionar" como dia de finados) mas, se forem apenas dois, "voto" também nestes.

    JdB

    ResponderEliminar

Partilhar