segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Teremos sempre Paris...

Quem diria que seria má ideia...
Paris. Paris. Paris. É tudo do que se tem falado nos últimos dias, naturalmente. O Papa falou de Paris. O Patriarca falou de Paris. O Cardeal de Paris, obviamente, falou de Paris. A comunidade Islâmica de Lisboa falou de Paris. A Ajuda à Igreja que Sofre reza por Paris no domingo. A paróquia de São Nicolau fá-lo na quinta.

Tão ocupados que estávamos com Paris, nem notámos, muitos de nós, que acabou no domingo a semana dos Seminários. A esse propósito falei com o padre Fernando André, reitor do seminário Redemptoris Mater de Lisboa, um seminário gerido pelo Patriarcado, mas que é diferente. Veja porquê.

Na semana passada publicámos ainda uma entrevista com João Reis, responsável da Catholic Voices, uma organização que pretende ajudar a imprensa a lidar com questões que dizem respeito à Igreja Católica. Este é um projecto que vale a pena ter debaixo de olho.

É daquelas pessoas que gosta de começar o dia lendo o horóscopo? Pope Francis says No.

Malta que vive no Oeste. Domingo às 16h estarei no Centro Paroquial de Peniche para apresentar o meu livro “O que fazes aí fechada”. Nada como começar já a tratar dos presentes de natal! Apareçam!

Por falar em consagrados… A iniciativa da bicicleta de 12 lugares do Ano da Vida Consagrada sofreu um despiste, hoje, que resultou em cinco feridos, incluindo dois em estado grave.

Não deixem de ler o artigo da semana passada do The Catholic Thing, em que o estreante David Carlin fala do “projecto para destruir o Cristianismo”, que já contou com armas e nomes de peso mas só há 50 anos descobriu o seu verdadeiro trunfo.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar