sexta-feira, 23 de março de 2018

Turquia e Estado Islâmico, BFF

Um homem matou três pessoas e feriu várias outras – incluindo um português – num atentado terrorista em França, antes de ser morto pela polícia. Há um herói na história, que trocou de lugar com um refém e acabou gravemente ferido.

O atentado foi reivindicado pelo Estado Islâmico, o mesmo grupo terrorista que agora pode respirar de alívio na Síria. É que as Forças Democráticas da Síria, que lideravam o assalto terrestre contra os últimos redutos dos jihadistas, tiveram de interromper essa operação para poder defender o seu território junto à fronteira com a Turquia, que está a ser atacada pelos turcos e seus aliados.

Falei com o porta-voz das FDS, o cristão Kino Gabriel, que me explicou que a verdadeira razão pelo ataque turco é o medo do projecto democrático no nordeste da Síria. Diz também que o seu grupo está a ficar sem recursos para cuidar de milhares de ex-combatentes do Estado Islâmico e seus familiares e pede ajuda aos aliados ocidentais.

Parece que vem aí uma exortação apostólica sobre a Santidade. A data apontada é 2 de Abril. Veremos.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar