quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Trump rebentou a bolha

Ficaram com uma cabeça deste tamanho...
Estou de regresso, depois de três semanas de licença de paternidade.

Muita coisa se passou durante a minha ausência! O Papa criou novos cardeais; alargou a todos os padres a faculdade de absolver o pecado do aborto; confirmou que vem a Fátima, mas só a Fátima e anunciou o tema para as próximas jornadas mundiais da Juventude.

Veio a Portugal um bispo iraquiano e uma freira argentina que se encontra na Síria, no âmbito da apresentação do relatório sobre liberdade religiosa no mundo, da Ajuda à Igreja que Sofre.

Chegou ao fim o Ano da Misericórdia, que eu fui acompanhando com várias reportagens que foram coligidas aqui.

E depois houve aquela coisa de Donald Trump ter sido eleito presidente dos Estados Unidos… Esse é, aliás, o tema de um dos artigos que fui publicando do The Catholic Thing em português. Francis Beckwith, que sempre se opôs a Trump, explica porque é que ele ganhou.

Outro dos artigos é sobre a Eutanásia e as terríveis portas que a sua legalização abre na sociedade, tal como refere, por cá, a jurista Teresa Quintela de Brito.

Já o artigo mais recente trata um mistério, que Howard Kainz procura desmistificar em “Personalidades na Trindade”, que foi publicado ontem. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar