sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Gewargis e fardos

Gewargis
A eutanásia foi aprovada. E agora? Agora temos todos responsabilidades acrescidas de garantir o respeito pela dignidade. Podemos começar por não dizer que aquela pessoa não é a nossa avó.

Na mesma linha respondi há dias a um testemunho forte de um rapaz que tem uma deficiência física e que pedia que um dia pudesse optar pela eutanásia para não ser um fardo na vida da família.


O Patriarca Gewargis III Ilwan resignou por problemas de saúde. Não o conhecem? Nem à Igreja Assíria do Oriente? Está tudo aqui.

No sábado passado o The Catholic Thing publicou um texto meu sobre um tema que como sabem me é caro. Crianças nos funerais, sim ou não? Podem lê-lo aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar