segunda-feira, 7 de junho de 2021

Adeus Shekau, não temos saudades

O Papa Francisco referiu, no domingo, a terrível descoberta de centenas de corpos de crianças numa escola católica no Canadá, que servia para “civilizar” jovens indígenas.

Francisco recordou ainda as vítimas de um atentado no Burkina Faso.

Mantém-se a situação difícil em Cabo Delgado. Um sacerdote diz que centenas de crianças estão a ser raptadas para serem soldados, ou noivas de soldados. No campo do terrorismo islâmico, temos uma notícia “interessante” da Nigéria… Depois de anos a ser perseguido pelas autoridades, o líder do Boko Haram acabou por ser morto por ordem do… Estado Islâmico!

A Human Rights Watch está preocupada com a situação dos refugiados muçulmanos de etnia rohingya, no Bangladesh.

Hoje aproveito também para vos sugerir duas edições do programa da minha colega e amiga Aura Miguel. Um, com o responsável da comunicação do Opus Dei, Pedro Gil, e outro, com a deputada municipal de Lisboa, Aline Galasch-Hall de Beuvink, que fala sobre a tragédia da “grande fome” que matou milhões de ucranianos durante o regime soviético, e da qual os seus avós foram sobreviventes.

E não deixem de ler o artigo da semana passada do The Catholic Thing em português, sobre o caso que está perante o Supremo Tribunal americano, que pode ter grandes efeitos na lei do aborto naquele país.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar