quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Armas nucleares, bullying e um bispo do Caracas

O Papa concluiu ontem a sua viagem ao Japão. Como ponto alto destacaria as idas a Hiroshima e Nagasaki e as palavras sobre o bullying.

Um bispo de Caracas esteve em Lisboa e falou com a Renascença sobre as dificuldades que se vivem na Venezuela.

A Santa Sé anunciou a criação de uma comissão consultiva de jovens que vai aconselhar o Vaticano sobre questões de pastoral juvenil. São só 20 e há lá um português.

Muitas das conquistas a nível de liberdade religiosa e de consciência têm por base o respeito pela crença individual das pessoas. É um caminho que tem dado alguns resultados mas que, segundo Hadley Arkes, é perigoso e pode ser contraproducente a longo prazo. Está tudo no artigo desta semana do The Catholic Thing.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilhar